Sem receber salário, técnico do Náutico precisou pagar refeição de delegação em Natal

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso


Pelo visto, a aproximação do fim da temporada acelerou alguns sintomas da crise alvirrubra. A expectativa em torno da movimentação dos bastidores foi contemplada com uma segunda-feira recheada de novas polêmicas. Uma delas, tendo o técnico Dado Cavalcanti como personagem central. Apontado como o principal responsável pela manutenção do time na Série B, o treinador, que segue sem receber nada do clube, confirmou ter tido que pagar o jantar da delegação que enfrentou o América-RN, em Natal, no último fim de semana.

Se recuperando de uma virose, em casa, Dado conversou com a reportagem do Superesportes e não se esquivou do assunto. Apesar da evidente surpresa com o vazamento da informação, o técnico confirmou ter tido que tirar do próprio bolso o pagamento do jantar do grupo após a derrota para o América-RN. “Realmente, teve isso. Deveríamos ter viajado com um valor em dinheiro, mas não sei o que aconteceu. Carlos Kila (gerente de futebol) ainda tentou passar no cartão, mas também teve um problema”, admitiu. Ainda que tenha se recusado a revelar o valor, nos bastidores, fala-se que a conta girou em torno de R$ 1,5 mil.

Dado falou também sobre os rumores de uma possível paralisação do elenco, que em princípio, deve se reapresentar na manhã desta terça-feira, no CT Wilson Campos. “Essa conversa surgiu ainda no vestiário, depois do jogo com o América-RN. Paulo Henrique (diretor de futebol) estava lá e os jogadores marcaram uma reunião com a direção para antes do treino”, esclareceu. “Inicialmente, é uma conversa para ouvir o que a diretoria tem a falar. Mas não posso falar muita coisa sobre isso. Apenas que acho a reinvidicação justa.”

A reportagem tentou entrar em contato com algum dirigente para falar sobre o assunto, mas ninguém atendeu as ligações.


Fonte: superesportes

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.