Carros novos terão placas padrão Mercosul em 2016

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

O novo modelo tem fundo branco u usa quatro letras e três números

Modelo das placas para veículos novos em 2016: a de cima para carros; embaixo a de motos

Modelo das placas para veículos novos em 2016: a de cima para carros; embaixo a de motos (Rodrigo Nunes/MinCidades/Divulgação)
O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) apresentou nesta quinta-feira o novo modelo de placa aprovado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) 
que todos os veículos novos terão a partir de 1º de janeiro de 2016, padrão Mercosul (Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela). 
Também receberão a nova placa a partir dessa data os veículos que pedirem troca de município ou transferência de categoria.

“Os diversos elementos de segurança visam coibir as possíveis clonagens de veículos”, disse Rone Evaldo Barbosa, coordenador-geral de Informatização e Estatística do Denatran. 
Ele disse ainda que será possível uma integração entre os dados dos países, para “um controle mais rigoroso do transporte de cargas, transporte de passageiros e também de carros particulares entre esses países”.
As novas placas terão o fundo branco, com quatro letras e três números, uma margem azul superior, com o emblema do Mercosul à esquerda.  
O nome do país estará ao centro com a bandeira nacional à direita. 
Outros itens são: linhas onduladas horizontais e marcas d’água com a logo do Mercosul, gravadas na película refletiva.
A categoria dos veículos será indicada pela cor da combinação alfanumérica: particular (preta), comercial/aprendizagem (vermelha), oficial (azul), experiência (verde), diplomático (dourado) e colecionador (prateado). Será utilizado um filme na cor da categoria dos veículos com inscrições de segurança.

Fonte: Veja
Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.