Hotel de Porto de Galinhas é Denunciado por Pais de crianças que tiveram os pés contaminados Por larva migraens cutâneo

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
Nove estudantes com idade entre 4 e 8 anos foram diagnosticadas com larvas do “bicho-geográfico”



 

Crianças que estavam hospedadas com os pais no Acqua Club, do Grupo Enotel Resort e Spa de Porto de Galinhas, tiveram problemas nos pés graças à larva migraens cutâneo. 

Os pais, que participavam de uma confraternização entre os dias 21 e 23 de novembro, no local, acreditam que a contaminação ocorreu em um parquinho ao lado do restaurante do estabelecimento. 

A chefia de vigilância sanitária de Ipojuca visitará o local na segunda-feira para verificar as condições do estabelecimento.

Nove crianças apresentaram irritações na pele. Elas faziam parte de um mesmo grupo de 17 famílias. 

Os pais formalizaram a denúncia na diretoria de Vigilância em Saúde de Ipojuca. 

Uma das mães ameaçou processar o Enotel. Representantes do estabelecimento foram procurados pela reportagem do Diario, mas, até o momento, não se pronunciaram sobre o assunto.

Leia trecho de texto postado no Facebook por Geraldo Lima Júnior, pai de uma das crianças:


O Enotel presenteou a garotada com uma enxurrada de germe de gato (lá alguns gatos vira-lata passeiam tranquilamente pela área externa). 

Cerca de oito crianças, entre elas a nossa Sofia, ganharam de brinde “larva migrans cutânea” nos pés, cuja infestação ocorre após contato com solo contaminado com as fezes de cães ou de gatos.

O solo contaminado, muito provavelmente, era o do parquinho ao lado do restaurante. Lá, todas as noites, os pirralhos brincaram juntos na areia e brinquedos do parque.



Fonte: Diario de Pernambuco
Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.