GESTÃO BRUNO MARTINIANO JÁ DEVE R$ 2.045, 853, 09 AO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL.

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Nestes dois anos de gestão, o governo municipal de Gravatá já acumula valor milionário pela falta de repasses ao IPSEG.

O Instituto de Previdência municipal de Gravatá (IPSEG), realizou na tarde de ontem (23), a primeira reunião informativa com entidades de classe sobre a real situação da Previdência municipal de Gravatá.

No momento, além das três entidades (SINDSGRA, SIPROG e AMACEG), estavam presentes: a diretoria executiva do IPSEG, os departamentos de contabilidade e jurídico do instituto, os conselheiros e o consultor de gestão dos dois sindicatos.

A gestão do instituto de previdência, apresentou documentos sobre a atual situação financeira, de acordo com a pauta proposta pelo SINDSGRA, onde de imediato, detectou-se problemas na gestão desses dois primeiros anos de gestão.

UMA RADIOGRAFIA DO IPSEG ENTRE 2.013 E 2.014:

2.045.853,09 é o valor atual que o prefeito Bruno Martiniano deixou de repassar para o IPSEG no ano de 2.014. A Lei Municipal 3.302 de 06 de dezembro de 2.004, no artigo 15, paragrafo 4°, estipula até o segundo dia útil do mês a data de repasse das contribuições à Unidade Gestora do RPPS (IPSEG). 

Neste valor, está incluído em torno de 50%, das contribuições dos Servidores que são descontados na folha de pagamento e não foram repassados para as suas futuras aposentadorias. 

Além dos constrangimentos que os atuais aposentados estão passando.

O SINDSGRA solicitou através do oficio n° 005/2.015 os valores das contribuições e das patronais repassadas ao IPSEG nos anos de 2.013 e 2.014, o instituto ainda não se pronunciou sobre os repasses do ano de 2.013. 

As próximas ações, serão ações junto ao Tribunal de Contas do estado de Pernambuco, ao Ministério da Previdência Social, ao Ministério Público estadual e ao Ministério Público federal nas próximas semanas para sanar este e outras problemas.

Uma outra reunão será marcada para os próximos meses para que as entidades possasm ter ainda mais informações sobre a situação geral do instituto, e que apresente sugestões que solucionem o caos da autarquia.


Com Informações da Secretaria de Comunicação e Relações Públicas do SINDSGRA Para o DE OLHO EM GRAVATÁ.
Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.