Metrô Paralisado Por Falta de Segurança No Recife

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
André Nery/Folha de Pernambuco


Depois de um sábado de clássico entre Sport e Santa Cruz, membros do Sindicato dos Metroviários (Sindmetro-PE) resolveram paralisar as atividades no início da tarde deste domingo (1º) Alegando Problemas de Segurança Por Conta de Vandalismos Na Estação de Metro. 


O Comunicado Foi Publicado na página oficial do órgão no Facebook, Depois que dois trens tiveram as janelas quebradas e precisaram ser recolhidos para manutenção após tumultos originados pelos torcedores.

As Estações foram fechadas no meio-dia deste domingo, só Será reaberto na manhã desta segunda-feira.

Informações Passadas Pela assessoria do sindicato, Informa Que maquinistas recolheram os veículos no início da tarde e as estações tiveram as portas fechadas, deixando cerca de 40 mil pessoas sem o transporte, de acordo com dados da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). 

Na noite do sábado, o metrô também parou mais cedo, fechando às 19h com o intuito de evitar problemas na volta dos torcedores após o clássico.

O protesto tem como justificativa a falta de segurança dos funcionários que trabalham no sistema, a fim de preservar a integridade física e emocional, estão exercendo o direito de recusa ao exercício das atividades diante dos fatos já amplamente divulgados pelo sindicato nos últimos dois anos”, diz o comunicado.

Divulgação/Sindmetro-PE


Uma reunião da diretoria do sistema com a Polícia Militar deve ser realizada na tarde desta segunda-feira para serem traçados novos planos para a segurança do metrô em dias de clássicos.







DIRETO DA REDAÇÃO: GILVAN SILVA
Baseado Nas Informações da Página Oficial do Órgão no Facebook.
Imagens: André Nery/Folha de Pernambuco e Sindmetro-PE
Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.