Empresário no ramo da informática Fala sobre os valores de alugueis absurdos em Gravatá

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso


Dando uma volta por Gravatá vi que tem muitos pontos fechados com placas de aluguel que levam a crer que o mercado comercial em nossa cidade,já nas alturas, está em alta não em movimento mais em preços abusivos em aluguéis. A medir pela quantidade de cartazes de “aluga-se” espalhados por várias ruas,antigos inquilinos não tiveram fôlego para acompanhar a subida. Não é por acaso, que muitas lojas não vem aguentando esses preços na minha opinião, abusivos.


Por várias ruas há pelo menos outras três placas presas em vitrines empoeiradas anunciando espaços comerciais disponíveis para aluguel. Ali perto do posto de Gasolina que fica depois da ponte no centro do outro lado da rua, dois estabelecimentos comerciais desocupados la mais acima perto do Cleto Campelo outras várias isso só foi uma pequena volta sem prestar muito atenção!!!

Outro detalhe é que os proprietários não têm interesse em negociar com os lojistas por preços mais baixos,Quem não tem fôlego não está aguentando ficar.Ouve uma época, em que aqui era fácil achar pontos e casas por valores abaixo do salário mínimo.Hoje é uma missão quase impossível achar um imóvel que não custe mais que um salário.

O que tem acontecido é que bancos, redes de farmácias, de restaurantes e padarias, assim como grandes marcas que acham importante ter lojas de rua (e não apenas em shoppings) são os que têm conseguido arrecadar dinheiro suficiente para cobrir os custos. O pequeno comerciante tem dificuldades para pagar mais de R$1000 de aluguel ,que é o que está custando hoje aqui no mínimo uma loja de 50 metros quadrados.

Concluindo existe uma crise imobiliária em Gravatá e não é culpa de ninguém a não ser dos próprios donos que querem valorizar os seus aluguéis achando que estamos numa capital ou num centro comercial potente.



Fonte: Page Office FacebookEliese
Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.