Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

A Prefeitura de Gravatá divulga o calendário de pagamento dos servidores municipais até o final do ano. Entre eles, a folha do mês de novembro, segunda parcela do 13º salário e a antecipação do salário referente ao mês de dezembro. Pela segunda vez neste ano, os salários de todos os funcionários, ativos e inativos, efetivos e comissionados serão pagos no próprio mês. Uma antecipação de aproximadamente sete dias úteis para o mês de novembro e de quase 15 dias para o mês de dezembro. Com isso, a Prefeitura injeta mais de R$ 16 milhões na economia do município. Neste total estão inclusas as obrigações patronais como INSS e IPSEG.

Uma das principais prioridades da intervenção é a valorização do funcionalismo público, pagando os salários rigorosamente em dia, mesmo em tempos de dificuldade em todo o país. No início da gestão, foi definido o calendário de pagamento dos funcionários, uma grande conquista para toda a categoria. Neste calendário foi acordado que, todo dia 12 do mês subsequente os funcionários receberiam seus salários. O planejamento possibilita que os servidores se programem de maneira adequada em suas despesas mensais.

“Desde o início do ano que procuramos organizar as finanças e planejar o pagamento dos servidores. Todos os meses, o pagamento do 13º foi provisionado para que pudéssemos honrar com o compromisso e pagar aos funcionários dentro das possibilidades. Com muito esforço e alegria iremos cumprir todos os pagamentos aos servidores ativos e inativos antes do Natal”, destacou o gestor do município, Mário Cavalcanti.

Confira as datas dos respectivos pagamentos:

30/11 – Folha de pagamento do mês Novembro de 2016

30/11 – Saldo do 13º salário de 2015

20/12 – Segunda parcela do 13º salário de 2016

23/12 – Folha de pagamento do mês Dezembro de 2016

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.