Gravatá recebe o Projeto Tudo de Cor da Tintas Coral

Ação é uma parceria entre a Prefeitura de Gravatá, Tintas Coral e Borges Ferragens

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

O Alto do Cruzeiro, em Gravatá, no Agreste, foi contemplado com o projeto Tudo de Cor, da Tintas Coral. A ação foi uma parceria com a Prefeitura, por meio das secretarias de Turismo e Assistência Social e recebeu o apoio do armazém, Borges Ferragens. Com o trabalho concluído, a entrega das ações de revitalização e pintura do espaço, aconteceu na tarde desta segunda-feira (12), e contou com a presença do cantor Petrúcio Amorim e o filho, Pecinho Amorim, padrinhos do projeto na cidade.

Estiveram presentes na solenidade de entrega, o interventor Estadual, Mário Cavalcanti, a secretária de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Daniela Alecrim, o Trade Marketing da Tintas Coral, Eduardo Santos, o padre Fernando Lima da Igreja de Cristo Rei, o empresário Bartolomeu Borges, proprietário do armazém Borges Ferragens, parceiro na ação. Na ocasião, secretários municipais, moradores da comunidade e os jovens voluntários que realizaram a pintura dos monumentos também estiveram presentes.

Entre os monumentos que foram revitalizados estão: a igreja de Cristo Rei, o Cemitério de Santo Amaro, Playground, a estátua do Cristo Redentor e o Cruzeiro. Além de colorir cidades de todo o Brasil, o projeto oferece ainda, treinamento e capacitação aos pintores que residem nas regiões beneficiadas. Em Gravatá, 20 moradores da cidade foram treinados e capacitados, deste total, seis jovens voluntários cumprem medidas socioeducativa pelo Centro de Referência Especializada em Assistência Social (CREAS), e foram acompanhados pela pedagoga, Ananery.

Durante o evento, os meninos do Grupo de Apoio aos Meninos de Rua (GAMR), realizaram uma apresentação com banda de pífano. Os moradores voluntários do projeto, participaram de um curso com 30 horas de teoria e prática, e na tarde desta segunda-feira, receberam da Tintas Coral, o certificado que garante a habilitação deles para o mercado de trabalho, como pintores de prédios.

O interventor de Gravatá, Mário Cavalcanti agradeceu a parceria com a Tintas Coral que trouxe o projeto para Gravatá. “Nós ficamos muito felizes em poder oferecer a revitalização desses monumentos aqui no Alto do Cruzeiro. Um local muito frequentando, um ponto turístico da cidade, que com a pintura, ficou ainda mais bonito. Esse projeto tem uma grande importância, não apenas pelo benefício da revitalização dos prédios, mas também pela função social, pois beneficia os moradores que são capacitados para o mercado de trabalho”, destacou.

Convidado para ser padrinho do projeto em Gravatá, o cantor, Petrúcio Amorim, fez questão de participar do evento, ao lado do filho, Pecinho Amorim, também padrinho. “Sabemos que pintar é colorir. Colorir a vida das pessoas, é trazer vida, alegrar. E tratando-se de um lugar como esse, onde a cultura se faz presente, é gratificante participar de um projeto que valoriza a cultura do povo, resgatando e cuidando do patrimônio do povo, que é, no caso dos gravataenses e dos moradores do Alto do Cruzeiro. Parabenizo a Prefeitura de Gravatá e a Tintas Coral por essa iniciativa tão importante”, enfatizou o cantor.

O padre da comunidade de Cristo Reis, Fernando Lima, falou da gratidão da comunidade com a ação. “Nossa comunidade é muito simples, e nós não estávamos com fundos para realizar a pintura de nossa igreja. Durante o ano inteiro recebemos muitos turistas, visitantes e os moradores que participam da celebração na igreja de Cristo Rei. Com a pintura, o local ficou ainda mais atrativo. Somos gratos à todos os envolvidos no projeto, com esse presente que recebemos”, disse.

Para o Trade Marketing da Tintas Coral, Eduardo Santos, a realização do Projeto Tudo de Cor pra você em Gravatá, foi um presente aos Gravataenses. “O projeto que leva o nome Tudo de Cor é a cara da Tintas Coral. Nós levamos alegria às cidades por onde passamos. Nosso objetivo não é apenas realizar a pintura dos prédios, mas também, o compromisso social. Beneficiamos os moradores do local, que muitas vezes não podem pagar a pintura e também, a qualificação de jovens e adultos para o mercado de trabalho. Pois, os voluntários recebem treinamento de nossa equipe, aprendem a mexer com tintas e paredes, e praticam o que é apresentado teoricamente. Com a conclusão do projeto, eles saem habilitados para pintar qualquer edificação”, explicou.

Fotos: Ednaldo Lourenço

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.