Celpe de Gravatá não poderá mais cortar a energia após 90 dias de atraso

A redação do DE OLHO EM GRAVATÁ, entrou em contato com a ANEEL - Agência Nacional de Energia Elétrica, e com a CELPE - Companhia Energética de Pernambuco, para esclarecer aos consumidores e leitores, sobre o assunto.

Corte de Energia por atraso de 90 dias, agora é Proibido
Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
71

Na manhã desta terça-feira (10), a reportagem do DE OLHO EM GRAVATÁ, entrou em contato com a ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica, e com a CELPE – Companhia Energética de Pernambuco, para esclarecer aos consumidores e leitores, sobre o assunto da proibição do corte de energia após o atraso de 90 dias.

Desda segunda-feira (09), o assunto da proibição do corte de energia, vem trazendo várias opiniões e causando duvidas nos consumidores pernambucanos.

O consumidor que não pagou uma conta de luz há mais de 90 dias, não pode mais ter a eletricidade cortada – desde que as faturas posteriores à conta atrasada estejam quitadas. Essa é a nova determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para proteger o fiel pagador que, eventualmente, esqueceu de pagar uma fatura – que é antiga demais ou pode não ter sido enviada pela concessionária.

Por telefone, conversamos com Kelly, Atendente da Ouvidoria da CELPE. Para a atendente, essa resolução não se aplica da forma que foi anunciada. Segundo Kelly, o consumidor que tiver uma conta com 15 dias de atraso, um aviso será enviado na próxima fatura, fazendo 1 mês do não pagamento daquela conta atrasada, o corte será realizado imediatamente.

Perguntada sobre a alteração da resolução 414/2010, a atendente respondeu. “Essa resolução não se aplica a CELPE“, finalizou.

Logo em seguida, a reportagem do DE OLHO EM GRAVATÁ, entrou em contato com a Ouvidoria da ANEEL, onde Carla nos atendeu. Perguntada sobre a alteração da resolução, e se ela se aplica a todas distribuidoras de energia, Carla informou. “Sim, a resolução da ANEEL, é válida para todo território nacional, e a CELPE em pernambuco está incluída nesta resolução“, respondeu.

Carla ainda explicou sobre a resolução e como ela funciona. “Essa resolução funciona da seguinte forma. Se o consumidor não recebeu a conta do mês, esqueceu de pagar uma fatura, ou se ela tem mais de 90 dias de atraso, a concessionária não poderá mais cortar a energia elétrica do consumidor por causa desta conta. Mais para que isso venha acontecer, o consumidor não pode ter mais de uma conta em atraso, as contas posteriores a atrasada, tem que constar pagas“, finalizou.

Portanto, a resolução da ANEEL vale sim para a CELPE de Pernambuco, exclusivamente em Gravatá, onde os consumidores estão confusos sobre a alteração da resolução que foi explicada nesta reportagem.

 

Se essa for sua situação, e a Celpe cortou sua energia, é melhor procurar seus direitos consumidor!

 

Direto da Redação: Gilvan Silva
NA MIRA DA NOTÍCIA
Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
71

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.