Mário Cavalcanti deixa Gravatá com 70% de aprovação

Mário Cavalcanti teve a função de restabelecer a normalidade dos serviços públicos na cidade e apurar todos os fatos envolvendo a gestão afastada.

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

O ex-interventor, Mário Cavalcanti, deixou de governar Gravatá, as 00h do dia 01 de Janeiro de 2017. Ainda no dia (01) as 19h, Mário, acompanhando de parte de sua equipe de intervenção, e de sua esposa, compareceram a Câmara de Vereadores de Gravatá, para acompanhar a posse dos vereadores, prefeito e vice-prefeito da cidade.

Chefe da Casa Militar desde o início da gestão Eduardo Campos, Mário Cavalcanti de Albuquerque assumiu o comando da cidade no dia (18) de novembro de 2016, com uma equipe de gestores cedida pelo Governo do Estado, para elaborar um diagnóstico sobre a situação do município.

Mário Cavalcanti teve a função de restabelecer a normalidade dos serviços públicos na cidade e apurar todos os fatos envolvendo a gestão afastada. “Havia uma paralisia nos serviços públicos. A prefeitura tinha atrasos e não pagamento dos servidores, nos restabelecemos isto, não deixando nenhuma dívida ou atraso para o próximo gestor” relatou Mário.

O ex-interventor colaborou em várias áreas da cidade, e em pesquisa de opinião pública com a população, 70% das pessoas aprovaram a intervenção.

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.