Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
7

Consagrado como a melhor opção para quem quer curtir a festa de Momo de um jeito diferente, longe da agitação e muita música – gratuita – de qualidade, o Gravatá Jazz Festival (GJF) volta a animar o município de Gravatá, na serra pernambucana, durante o período carnavalesco (de 25 a 28 de fevereiro).

Nesta edição, o jazz e o blues vão dividir a cena com o frevo, ritmo que reinará absoluto durante o dia, espalhando alegria e irreverência pelas ruas da cidade com os
tradicionais blocos de Carnaval.

Já as noites, com seu clima de montanha,serão embaladas por muito jazz e blues.
Entre as atrações já confirmadas desta edição,se apresentam no primeiro dia Léo Gandelman Quarteto, um dos maiores saxofonistas de jazz no Brasil que lançara seu novo CD no festival, o músico Derico Sciotti, do Programa Jô, que se une Uptown Band para um grande show, e Dasta Gomes & The Smokin Snakes, trazendo o swing do jazz americano da década de 40.

O domingo será marcado pelo som de Nuno Mindelis, que já foi considerado o melhor guitarrista independente do blues do mundo pela revista Guitar Player americana, a
cantora Taryn Szpilman e Adriano Grineberg, um dos maiores pianistas de blues do Brasil.

Na segunda-feira (27) sobem ao palco Rosa Marya Colin, uma das maiores cantoras de jazz do Brasil, Igor Prado Band e Arthur Philipe & Quintessence, que prestará um
tributo a Frank Sinatra.

Encerrando a programação na terça-feira (28), Big Chico, Gaitista de jazz que fará, junto com Jefferson Gonçalves, um tributo a Tim Maia no ritmo de gaita blues, inédito no festival, Allicats, a banda sensação da edição 2016 do GJF, e a cantora americana Annika Chambers.

As atrações são de estilos variados, mas todas têm um ponto em comum: São conhecidos por defender a música de qualidade no Brasil e fora dele“, explica Giovanni Papaleo, curador do evento.

A intenção do festival, segundo ele, é invadir a alma do público com a música, deixando recordações inesquecíveis na plateia.

Sucesso de público e de crítica na edição 2016, entre os pontos fortes do festival, apontados pelo público estão a proximidade da capital – Gravatá fica a 84 km de
distância do Recife.

Os shows de alta qualidade, a temperatura amena, a segurança proporcionada durante o evento e a grande estrutura da rede hoteleira do município. E a edição 2017 promete surpreender ainda mais.

Produzir um Carnaval com uma programação de grande qualidade cultural, mesmo diante de tantas dificuldades, é um desafio que assumimos para promover o turismo no município. Gravatá voltará a ser uma grande referência em turismo do Estado,estamos empenhados nisso“, afirma o prefeito Joaquim Neto.

A curadoria do evento é do experiente produtor e baterista Giovanni Papaleo, líder da Uptown Band e responsável por colocar Pernambuco no mapa do circuito de blues e
jazz nacional e internacional.

Eduardo Cortes assina a produção do festival,já Jackson Rocha Jr. é o responsável pela produção executiva.

Conceito – O Gravatá Jazz Festival se insere no circuito do gênero como um produto cultural que existe em diversas partes do mundo e tem em sua programação diversos estilos musicais, como jazz, blues, outros tipos de música instrumental, erudita, cultura popular de raiz e bossa nova, porém, que normalmente tem como título sintetizado festival de jazz.

A proposta é oferecer música de qualidade de diferentes ritmos,para todos os gostos,dando oportunidade para que até mesmo quem não curte o Carnaval possa se divertir durante o período“,explica o curador Giovanni Papaleo.

Estrutura e economia – A ideia do Gravatá Jazz Festival é agregar valores,apresentando resultados positivos nas áreas de turismo, lazer, economia, geração de emprego, marketing, cultura e responsabilidade social, dando ainda mais destaque ao município de Gravatá e firmando o destino como um dos mais procurados de Pernambuco agora também no período carnavalesco.

Assim, durante a realização do evento há estímulos econômicos na produção gastronômica e aquecimento da rede hoteleira do município, que atinge sua lotação máxima durante os dias de festival.

O aumento considerável no número de turistas reflete na geração de inúmeros empregos temporários diretos e indiretos durante o evento.

Para garantir a segurança e o conforto do público, durante GJF será montado um esquema especial de policiamento.

Confira a programação:

25 de fevereiro,sábado:
Léo Gandelmand Quarteto (RJ)
Derico Sciotti (SP) & Uptown Band
Dasta Gomes & The Smokin Snakes (RN)

26 de fevereiro,domingo:
Nuno Mindelis (Angola)
Taryn Szpilman (RJ)
Adriano Grineberg (SP)

27 de fevereiro,segunda-feira:
Rosa Marya Colin (RJ)
Igor Prado Band ( SP)
Tributo a Frank Sinatra com Arthur Philipe & Quintessence (PE)

28 De fevereiro,terça-feira:
Tributo a Tim Maia em blues com Big Chico (SP) e jefferson Gonçalves (RJ)
Allycates (PE)
Anika Chambers (USA)

Serviço – Gravatá Jazz Festival
De 25 a 28 de fevereiro,em Gravatá (PE)
Acesso gratuito

Como chegar:
Vindo do Recife- Através da Rodovia Federal BR-232 (Estrada duplicada)
Distância: 85 KM

Vindo do Interior do Estado de Pernambuco:
Através da BR-232 (Estrada duplicada a partir do Município de São Caetano)

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
7

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

1 Comentou: Gravatá Jazz Festival anuncia programação da edição 2017

Gravatá Jazz Festival anuncia programação da edição 2017 – Anderson Corretor disse : Leitor (a) Relatar Algo Feb 16, 2017 at 5:49 PM

[…] Gravatá Jazz Festival anuncia programação da edição 2017 […]