Centro de Referência da Assistência Social – CRAS I em novo endereço

O novo endereço possui um espaço mais amplo, o que possibilita a realização de atividades físicas e de lazer.

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
65

O Centro de Referência da Assistência Social – CRAS I, passou a funcionar na rua 1º de Janeiro, nesta quinta (9). O novo endereço possui um espaço mais amplo, o que possibilita a realização de atividades físicas e de lazer.

O CRAS organiza e oferece serviços sociais básicos para famílias e indivíduos em área de vulnerabilidade, sendo assim ele fortalece vínculos sociais e propicia medidas preventivas, para que o usuário possa melhorar sua qualidade de vida.

Visitas nas residências, trabalhos em grupo, encaminhamento e atendimento social, psicossocial e psicológico são algumas das atividades realizadas pelo programa, que atende pessoas de 0 a 60 anos.

Ao assumir a secretaria de Ação Social, no início do ano, Ana Lourdes disse que encontrou muitos pontos que precisam de melhorias, no CRAS, por exemplo, programas como “Atenção a Mulheres Gestantes” e “Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos com Jovens e Adolescentes” serão restaurados.

Estamos criando metas e traçando planos para aprimorar os serviços oferecidos pelo CRAS” Disse a Secretária.

Em reunião para comemorar o dia Internacional da Mulher, que aconteceu no último dia (8), mulheres deram depoimento do quanto sua vida mudou após frequentar as atividades do CRAS.

“Depois que eu comecei a frequentar e participar das coisas daqui melhorou muito minha qualidade de vida, eu tinha muitas dores, levantava da cama a pulso, passei a vir pra cá, a nutricionista mudou minha alimentação, faço zumba, já perdi até peso, e minhas dores melhoraram muito.” Isabel Santana, usuária do CRAS há 6 anos.

“Antes eu só vivia dentro de casa, agora eu saio pra passear, danço quadrilha, pulo carnaval, isso aqui mudou minha vida, fiz amizades, sou muito feliz aqui.” Maria de Lourdes, frequenta há 4 anos.

“Eu tinha uma vida muito sofrida, casei cedo, vivia apenas para cuidar de marido e filhos, meu relacionamento era difícil, ele me batia, me ameaçava, eu vivia com medo, cheguei a achar que ia morrer. Hoje não, depois de idosa eu descobri o que é viver de verdade, participo de tudo, São João, Carnaval, zumba, desfile de moda, sou uma outra mulher.” Solange Carmem, participa há 6 anos.

“Sempre fui muito nervosa, ansiosa, já passei por neurologista, psicólogo, mas só vim ficar boa mesmo quando passei a ter esse convívio, essas pessoas me ajudaram muito.” Helena Adelarte, está há 3 anos no programa.

O CRAS I atende famílias da Boa Vista, Cruzeiro, Riacho do Mel, Maria Auxiliadora e Centro. A equipe é formada por um educador físico, dois assistentes sociais, um coordenador geral, um auxiliar administrativo e um motorista.

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
65

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.