Gravatá sedia capacitação para a rede de enfrentamento à violência contra a mulher

Uma feira de artesanato no local chamou a atenção pela beleza, delicadeza e talento depositado em cada peça, que foram produzidas exclusivamente por artesãs gravataenses.

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
5

A Secretaria da Mulher realizou na manhã desta quinta (19) uma capacitação para a rede de enfrentamento à violência contra a mulher.

O Evento contou com a presença de autoridades municipais e estaduais, que contribuíram com a temática através de discussões, palestras e informações, afim de disseminar o trabalho realizado por políticas públicas em proteção a todas as formas de violência contra a mulher e orientar os passos a serem seguidos para que os profissionais presentes possam ajudar com maior eficácia uma possível vítima de agressão.

A Delegada da Polícia Civil do Município, Drª Danúbia Andrade, elogiou a iniciativa.

“O conhecimento é a principal arma para combater a violência contra as mulheres e essa iniciativa de disseminar o trabalho de proteção, faz com que a mulher se sinta mais segura na hora de denunciar e de lutar por seus direitos.” Afirmou.

A Chefe de Gabinete, Drª Edivânia Pires, enfatizou o trabalho realizado pelo município para as políticas públicas da mulher.

“Temos uma gestão preocupada com os direitos das mulheres, que implantou a Secretaria da Mulher no município.” a advogada frisou a importância da Lei Maria da Penha “Em um país onde a cada sete minutos temos um caso de violência registrado, seja ela física, moral ou psicológica, é importante que serviços de proteção como a Lei Maria da Penha sejam disseminados e que a população tome conhecimento de que a denúncia não deve partir apenas da mulher que sofreu agressão, mas também de testemunhas.” completou.

Betânia Ribeiro, coordenadora da Secretaria da Mulher de Pernambuco, parabenizou Gravatá, na pessoa da Secretária Municipal da Mulher, Taciana Medeiros, pelo excelente trabalho realizado em Gravatá e falou sobre a importância de saber como agir e cuidar das vítimas de agressão.

“Precisamos estar preparadas para encarar qualquer situação e dar todo o suporte que as vítimas precisam. Nosso material publicitário (panfleto da imagem) possui fotos de mulheres reais que tiveram ajuda e restauraram suas vidas. Que possamos fazer a diferença na vida de tantas outras.” Afirmou.

A juíza Brenda Paz afirmou que o trabalho executado está dando mais coragem para que as mulheres denunciem os casos de agressão.

“Cada mulher que me procura, que denuncia, que eu vi em uma audiência, eu vi uma fortaleza, me fez enxergar a coragem de dar a volta por cima.” Disse.

Na ocasião estavam presentes a Secretária de Desenvolvimento Social e Juventude, Ana Lourdes, o Secretário de Governo, Joeides Pereira, a Secretária Municipal da Mulher, Taciana Medeiros, a Secretária Executiva da Mulher, Marta Silva, a Assessora da Secretaria da Mulher de Caruaru, Ailza Trajano, o Representante da Câmara Municipal de Vereadores, Gilvando Soares (Bolo da areia), e secretárias e representantes das cidades de Cachoeirinha, Panelas, Alagoinha, Bezerros, Caruaru, Lagoa dos Gatos, São Bento do Una, Bonito, Barra da Guabiraba e Gravatá.

Uma feira de artesanato no local chamou a atenção pela beleza, delicadeza e talento depositado em cada peça, que foram produzidas exclusivamente por artesãs gravataenses.

Curtir
Curtir Amei Haha Wow Triste Raivoso
5

Deixe Sua Opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.